Igreja destruída pelo fogo em Planaltina será reconstruída

Limpeza para obra começou hoje, depois de missa para a comunidade 

A reconstrução da Igreja Santa Rita de Cássia, em Planaltina –que foi incendiada e totalmente destruída em 17 de maio deste ano–, foi anunciada hoje pelo governador Agnelo Queiroz, em visita ao local.

"Nós vamos começar os trabalhos hoje com a limpeza do espaço para a reconstrução", destacou o chefe do Executivo regional, durante missa realizada na paróquia.

A reforma é coordenada pelo governador, com apoio de empresários da região, por intermédio da Associação Brasiliense de Construtores (Asbraco), e ainda não há uma estimativa de quanto será gasto com as obras.

De acordo com o pároco do templo, Dirceu Rigo, a igreja existe no local desde 1995,e sua primeira construção só foi concluída em 29 de abril de 2011.

O incêndio, em maio, ainda não teve a causa definida e destruiu totalmente a estrutura, deixando de pé apenas as paredes –todas as cadeiras, mobília, equipamento de som e teto foram destruídos.

"Antes, conseguíamos reunir até 2 mil fiéis na antiga estrutura, e hoje o espaço que temos só abriga 850 pessoas", disse o padre, ao informar que a celebrações ocorrem atualmente em um subsolo da estrutura.

Neuza das Graças Martins, 72 anos, moradora da região administrativa, contou que frequenta a paróquia desde o início.

"Quando a igreja pegou fogo, minha vida era chorar porque demorou muito tempo para ser construída, e este local oferece muitos benefícios para quem mora em Planaltina", contou.

Segundo ela, os frequentadores do espaço e os padres realizam diversas atividades sociais, como na instituição Centro Educacional Murialdo, que funciona no setor Tradicional, em que crianças e jovens de 7 a 14 anos recebem reforço escolar no período contrário às aulas, alimentação e atividades culturais, com apoio do GDF.


Além disso, a igreja também doa cestas básicas e remédios, e realiza diversos eventos para a população de Planaltina.
Compartilhar

Por: Paulo Roberto Melo

0 comentários:

Postar um comentário