Maria, a comunicadora da Palavra de Deus

Mãe de Jesus , ela sempre doou o filho à humanidade, o ofereceu para que todos seguissem seus ensinamentos e exemplos


O Mês Mariano, dedicado à Maria, está chegando ao fim e, para ainda celebrar, em entrevista especial, a Ir. Joana Puntel, religiosa paulina, jornalista e doutora em Ciência da Comunicação, falou sobre Maria, enquanto a maior comunicadora da Palavra de Deus, aquela que gerou e doou seu filho para servir e salvar a humanidade com Seus ensinamentos e exemplos. Confira:

Qual a sua experiência enquanto religiosa e comunicadora?

Ir. Joana Puntel: Eu respondi ao chamado de Jesus para me tornar religiosa em uma congregação que tem um carisma de evangelizar com a comunicação, não só usando os meios de comunicação, mas sendo comunicação também. Dentro deste carisma é muito importante que as pessoas se preparem para isso também. Então, nós vivemos e comunicamos Jesus, caminho, verdade e vida. Para isso, eu fui me preparando, fiz os votos e fui solicitada para fazer jornalismo. Fiquei 14 anos na Revista Família Cristã e procurei no jornalismo trabalhar muito em campo. Fui muitas vezes para o Amazonas, para o Nordeste, fazendo muitas reportagens. Isso foi dando a possibilidade de colocar em prática o talento que tenho de escrever. Mas, acontece que a comunicação vai se desenvolvendo e vai colocando exigências sempre maiores para nós. Então, isso me levou a fazer mestrado e depois doutorado no Canadá. Tudo isso foi contribuindo para uma coisa que sempre tenho muito orgulho em dizer e sempre com muita honestidade: contribuiu para que o Reino de Deus se espalhasse. Escrevi livros de orientação para aulas, me tornei docente e ajudei na formação de muitas pessoas.

Qual é a perspectiva que a espiritualidade paulina traz para Igreja de Maria como mulher no quesito comunicação, Maria como uma mulher comunicadora?

Ir. Joana: Maria ela esteve no cenáculo junto com os apóstolos, recebendo o Espírito Santo, e depois com a unção do Espírito Santo. Então, neste sentido de Rainha dos Apóstolos, ela estava ali como a mãe que gera, ajuda, fortifica, fortalece e ensina qual deve ser o caminho para Jesus. Quando contemplamos o caminho de Nossa Senhora como comunicadora, vemos que ela é aquela que dá Jesus ao mundo, mas veja bem, é uma Nossa Senhora que vem a partir do Evangelho. Em primeiro lugar, Maria deu seu “sim” para gerar Jesus, depois ela contemplou este filho que nascia. Já no presépio, ela O dá aos pastores. Se retomarmos a vida de Maria, segundo o Evangelho, percebemos que é um contínuo ato de doar Jesus, mostrá-lo, dar, ajudar a criar vida nas pessoas. Então, ela comunica aquele que dá a vida. Ela ajuda a gerar a vida. Ela é também participante do Mistério da Salvação. Hoje, a piedade popular, que é muito importante, invoca Nossa Senhora com muitos títulos, mas Nossa Senhora é sempre a mesma. Então, quando falamos Nossa Senhora Comunicadora, é aquela que em todos os seus títulos, dá Jesus, entrega o modelo dizendo: Sigam-O, que é desta forma! Então, ela vai dizendo para que todos sigam seu filho. Isso é muito bonito e significativo, pois é ela que nos leva a Jesus, ela que nos diz a forma correta para seguir a Jesus. Ela ensina! Em nossa vida diária, é Maria que nos acompanha. Dizemos: Maria, passa na frente! No fundo isso que dizer que ela abre caminhos para Jesus passar e nós alcançarmos a graça. Então, essa é Maria comunicadora. Ela ensina o caminho, em silencio e com humildade, sem ser protagonista, deixando que Jesus suscite a vida.

Estamos vivendo um tempo oportuno para descobrirmos com Maria a melhor forma de doar Jesus ao mundo por meio da comunicação, pelos meios de comunicação. Qual é a característica principal que Maria deixa aos comunicadores, aqueles que estão se dispondo a trabalhar neste momento de pandemia?

Ir. Joana: Me lembrei da passagem das Bodas de Caná. Não era uma situação tão difícil quanto a pandemia, mas era embaraçosa e sem saída. E quando Maria informa que o vinho acabou e Jesus diz que ainda não era Sua hora. Ela diz: “Fazei o que Ele vos disser”. Isso foi um ato de fé e de confiança, de alguém que acredita e não duvida. Então, não quer dizer que ela mandou em Jesus. Ali, mais uma vez ela estava mostrando Jesus, o poder de Jesus para todas aquelas pessoas. Ela diz para que todos O sigam. Então, se pensarmos isso nos dias de hoje, as situações são diferentes, mas Maria continuamente nos diz: “Façam tudo que Ele vos disser”. Onde vamos encontrar o que Ele disse? No Evangelho! São as atitudes de Jesus para o nosso exemplo. E isso é indicado por Maria. Para entender é preciso ter fé, confiança inabalável, e é preciso prestar atenção nos sinais do tempo. E os sinais desta pandemia são tristes, mas Deus está falando muito fortemente conosco. O que Ele está falando através da história? Maria comunica os valores por meio dos acontecimentos e diz: Sigam o meu filho! Isso é Maria, a comunicadora!

Fonte: Afipe
Compartilhar

Por: Colibri Comunicação

0 comentários:

Postar um comentário